Lojas HUMANA

Almirante Reis 3Av. Almirante Reis 104-B 1150-022 Lisboa
Tel: (+351) 218 139 327

Almirante Reis 1Av. Almirante Reis 26-A 1150-018 Lisboa
Tel: (+351) 217 971 019

Júlio DinisRua Júlio Dinis 936 4050-322 Porto
Tel: (+351) 22 600 08 08

Morais SoaresRua Morais Soares 70 1900-348 Lisboa
Tel: (+351) 218 131 557

Almirante Reis 2Av. Almirante Reis 94 1150-022 Lisboa
Tel: (+351) 218 132 713

AreeiroPraça Francisco Sá Carneiro 10A - 10B 1000-160 Lisboa
Tel: (+351) 218 450 909

FanqueirosRua dos Fanqueiros 225 1100-229 Lisboa
Tel: (+351) 218 861 187

CedofeitaRua de Cedofeita, 327 4050-109 Porto
Tel: (+351) 220 123 394

Passos ManuelRua Passos Manuel 62 4000-450 Porto
Tel: (+351) 22 201 17 80

Alexandre BragaRua Alexandre Braga 134 4000-124 Porto
Tel: (+351) 222 058 072

5 de OutubroAvenida 5 de Outubro, 72 1050-059 Lisboa
Tel: (+351) 217 931 799

Tomás Ribeiro 16Rua Tomás Ribeiro 16 1050-234 Lisboa
Tel: (+351) 218 026 552

Moçambique, dois meses após a passagem do ciclone Idai

30-05-2019

Dois meses depois da passagem do ciclone Idai tudo parece começar a regressar à normalidade. No entanto, o balanço é desolador: mais de dois milhões de pessoas necessitam ajuda humanitária, pelo menos 75.000 pessoas tiveram de deslocar-se após perder o seu lar e todos os seus pertences e mais de um milhão de vítimas, segundo dados da ONU.

Esta situação não impediu que as comunidades afetadas começassem a recompor-se e a reconstruir as suas casas, aldeias, escolas, vias de comunicação, etc. E aqui, o apoio das organizações não governamentais e os recursos procedentes do exterior, estão a ser de grande importância na hora de avançar com estas tarefas.

Há que ter em conta também, que dias depois da chegada do Idai, o ciclone Kenneth que arrasou as costas da província de Cabo Delgado, provocou igualmente graves danos humanos e materiais.

 

Balanço da Campanha de Apoio aos afetados

Dias depois da passagem do Idai, a Associação e outras organizações pertencentes à Federação Humana People to People puseram em marcha uma campanha de apoio aos afetados. Em Portugal, os fundos recaudados através das lojas rondaram os 793 euros, fruto das doações dos clientes nas nossas 12 lojas e do esforço e dedicação da equipa. Este montante, somado aos 1.915 euros reunidos através da plataforma de fundraising GoFundMe, ajudará os nossos colegas da ADPP-Moçambique a continuar a trabalhar com as comunidades afetadas, principalmente do distrito de Nhamatanda

Após a passagem do ciclone a ADPP ativou o programa “Começar De Novo”, constituído por diversas iniciativas: distribuição de kits de emergência, formação de pessoal para pôr em marcha ações de prevenção de doenças contagiosas, campanhas de vacinação contra a cólera, distribuição de alimentos, água potável, sementes e ferramentas para o campo. Uma das últimas ações empreendidas até à data foi a entrega de sementes de tomate, cebola e alface, assim como outros suprimentos, como regadores para utilizarem nas usas hortas. a 2.250 pequenos agricultores de Nhamatanda.

 

No canal de Youtube da Associação já estão disponíveis alguns vídeos nos quais é possível ver a dimensão do desastre e os trabalhos de recuperação empreendidos e que contam com interessantes testemunhos na primeira pessoa do vivido.

 

O DIA DEPOIS DO IDAI

*Luís, um dos milhares de pequenos agricultores afetados

Luís é um dos muitos agricultores que sofreram com a passagem do Ciclone Idai. Neste vídeo descreve-se o momento em que o vento e as inundações invadiram as terras, deixando graves danos.


*Jonny, Samuel e Isabel e a passagem do Idai pela Escola de Professores do Futuro (EPF) de Nhamatanda

Os danos materiais são muito elevados na EPF de Nhamatanda. O centro teve de evacuar 190 pessoas, entre alunos e professores e transladá-los temporariamente à Escola de Chimoio para prosseguir com as suas aulas até que possam regressar. Jonny, Samuel e Isabel narram a sua experiência neste vídeo.

 

*Distribuição de kits de emergência

Uma das iniciativas que fazem parte do programa “Começar De Novo” da ADPP Moçambique, consiste na distribuição de kits básicos de emergência. Este gesto permitiu a muitos dos afetados recomeçar a sua vida e os trabalhos de reconstrução dos seus lares, hortas, etc…

 

Todas as quartas-feiras é publicado um novo vídeo com testemunhos e imagens de Moçambique e das zonas mais afetadas.

 

DÁ O TEU CONTRIBUTO PARA A CAMPANHA DE AJUDA A MOÇAMBIQUE